21/07/2017

Resenha: O casal que mora ao lado

Título: O casal que mora ao lado
Autor: Shari Lapena
Editora: Record
ISBN: 9788501109545
Ano: 2017
Páginas: 294
Compre: Aqui

Sinopse:

Tudo começou em um jantar... Um thriller psicológico surpreendente da autora best-seller internacional Shari Lapena. É o aniversário de Graham, e sua esposa, Cynthia, convida os vizinhos, Anne e Marco Conti, para um jantar. Marco acha que isso será bom para a esposa; afinal, ela quase nunca sai de casa desde o nascimento de Cora e da depressão pós-parto. Porém, Cynthia pediu que não levassem a filha. Ela simplesmente não suporta crianças chorando. Marco garante que a bebê vai ficar bem dormindo em seu berço. Afinal, eles moram na casa ao lado. Podem levar a babá eletrônica e se revezar para dar uma olhada na filha. Tudo vai dar certo. Porém, ao voltarem para a casa, a porta da frente está aberta; Cora desapareceu. Logo o rapto da filha faz Anne e Marco se envolverem em uma teia de mentiras, que traz à tona segredos aterradores.

Resenha:

Como sempre, o Mochilão da Record traz lançamentos de livros que fico louca para ler e esse ano não foi diferente. O Casal que Mora ao Lado é um thriller surpreendente e que vai fazer você lê-lo numa tacada só. Quer saber como? Confira abaixo.

O enredo começa sendo bem direto, o sequestro acontece logo nas primeiras páginas, enquanto lemos sobre o jantar na casa dos vizinhos de Marco e Anne Conti. Estranhamente uma hora antes de irem para a casa dos vizinhos, a babá cancela seu compromisso e Marco e Anne não sabem o que fazer, já que a Cynthia deixou bem claro que não suporta a presença da criança e não gostaria que a levassem ao jantar. Não havendo alternativa, Marco convence sua esposa a deixar a filha em casa e que ela ficará bem se a olharem a cada trinta minutos.

Para o desespero de Marco, nada ficou bem, Cora simplesmente sumiu sem deixar rastros; a única pista é a porta da frente entreaberta. O detetive Rasbach é quem cuidará do caso e não medirá esforços para encontrar a criança, mas a chance de achá-la viva são poucas caso o sequestrador não entre em contato.

Enquanto o detetive investiga a vida do casal, alguns assuntos ocultos começam a surgir e a sugerir novas pistas de como e porque ocorreu o sequestro da pequena Cora. Segredos até então não revelados começam a vir à tona e mostrar uma cadeia de mentiras e traições entre os personagens da trama.

No início você fica desconfiado de quem poderia ter raptado a bebê, e os principais suspeitos são os vizinhos, porque eles pediram para a criança não comparecer ao jantar e justamente nesse dia ela some? Um pouco suspeito, né? Porém, à medida que novas informações são reveladas ou descobertas, a culpa recai sobre os pais também e depois em outros suspeitos, e fica nesse jogo até, finalmente, descobrirmos quem é o sequestrador ou quem são os sequestradores.

Uma verdade aterradora é revelada inesperadamente, e com ela uma raiva surge pela estupidez da situação ou o motivo de como ela aconteceu. Eu já li de tudo sobre motivações sobre sequestro, roubos ou assassinatos, mas, nessa história, fiquei surpresa com algumas motivações e como o papel delas desenvolve o enredo.

O caso do sequestro chegar a grandes proporções quando a imprensa se envolve, e o inevitável aconteceu: o casal começa a ser julgado pelas pessoas, recebendo em sua maioria mensagens de ódio, desprezo e repúdio pela irresponsabilidade de Anne e Marco ao deixarem uma bebê em casa sozinha. As notícias correm soltas e a rapidez que a imprensa tem de descobrir segredos é impressionante, principalmente quando revelam que Anne sofre de depressão pós-parto.

Quando a verdade sobre o sequestro é revelada, fiquei estarrecida e ávida para descobrir como seria o desenrolar do segredo revelado, já que ainda faltava umas cem páginas para finalizar a leitura. Como seria o final? Cora estaria viva? Como o detetive Rasbach conseguiria encerrar o caso?
“Se tem algo que Rasbach aprendeu durante os anos na polícia é que as pessoas são capazes de qualquer coisa” (p. 28).
Vocês podem perceber que quase não citei o detetive Rasbach por um bom motivo: ele não é o narrador principal da história. Apesar de a narração ser em terceira pessoa, o foco principal é nos suspeitos que a cada capítulo nos revelam informações sobre suas vidas, que podem carregar algumas pistas. Cada personagem exerce uma influência fundamental nessa trama tão elaborada.

O Plot Twist – reviravolta no enredo – do livro é intenso e intrigante; você pode até saber o fim, mas os meios são muito mais interessantes, surpreendentes e imprevisíveis que o fim. Nunca iria adivinhar o jogo entre os personagens, que nem eles percebiam que estavam em um, entretanto o mais inesperado, com toda certeza, foi o final do livro que me deixou tão sem palavras e ainda me fez rir de nervoso.

A escrita da Shari Lapena é precisa e conduz o leitor de uma forma majestosa a um final surpreendente, fazendo o espectador se sentir em uma montanha-russa de emoções, fazendo com que nunca esteja preparado para as revelações, para a teia de mentiras e traições. Se você quer ler uma história em um dia, esse livro é para você, pois garanto que, quando começar, não vai querer mais parar de ler.

Apesar dos elogios que fiz, o livro não superou todas as minhas expectativas; talvez eu as tenha elevado demais, mas o fato é:  a leitura é surpreendente sim, imaginei várias maneiras, menos a que realmente aconteceu, entretanto, pareceu-me que ficou faltando algum fator que tornasse o livro uma leitura alucinante.

A Editora Record arrasou na escolha da capa brasileira. A tradução do Márcio El-jaick ficou excelente e a revisão está ótima, a diagramação é simples com uma ótima formatação.


Comentários
16 Comentários

16 comentários:

  1. Não li de tudo sobre sequestros, roubos e assassinados; mas já li algumas resenhas sobre este livro e tenho muita curiosidade para saber o que aconteceu.
    Além da curiosidade, sinto vontade de gritar com Ane e Marco por terem deixado uma bebê sozinha. E não gostei dessa Cinthia, na resenha anterior pensei que pudesse ser ela, mas através dessa resenha (que é mais detalhada) já tenho dúvidas. Não é um livro que me atrai, mas a vontade de desvendar esses mistérios é grande.
    Gostei da resenha.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  2. Nossa, é a segunda resenha que leio sobre este livro e fica um misto de indignação e curiosidade. Fico pensando, que tipo de pais deixam um bebê em casa e simplesmente saem? Não faz sentido.
    Quem mexe com crianças sabe que até dentro de casa, isso é praticamente imperdoável. A gente tem que monitorar 25 horas.
    Mas voltando ao enredo, quero muito poder conferir este livro. Que apesar de ser pequeno, traz um suspense daqueles!
    Capa show!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. A sinopse de certa forma já nos deixa curioso para desvendar esse suspense e descobrir quem e o culpado, porém após ler sua resenha e percebe o quanto a trama nos envolve de forma que a cada pista que temos durante a leitura, nos infiltramos mais nesta estória, e vamos nos surpreendendo a cada revira volta. Enfim, não tenho costume de ler nada do gênero, por isso acredito que tudo será novidade, e estou louca para me aventurar nesta trama.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lana.
      O ritmo da leitura é bem esse mesmo que descreveu, a escrita da autora nos envolve demais. Espero que voce possa ler o livro algum dia.
      Obrigada pelo comentário.
      Beijos

      Excluir
  4. Thaís!
    Super trama, hein? Adoro thrillers psicológicos também e já me interessei pelo livro. Curiosa em saber o que acontece com o bebê e como tudo será solucionado para que seja encontrado.
    Nem imagino o que Anne sentiu, porque ver sua filha ser 'sequestrada' deve dar o maior desespero.
    “Educar é semear com sabedoria e colher com paciência.” (Augusto Cury)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Thaís!!
    Adoro um bom livro que tenha suspense e um pitada de mistério!! Sou completamente apaixonada por thrillers psicológicos e esse livro e uma dos livros que estou louca para ler para descobrir quem sequestrou o bebê e por qual motivo?!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  6. Não sei se leria esse livro. Gosto bastante de mistério e sequestros, mas já vi bastante pessoas falando que não acharam tão bom e a sinopse não me deixou muito curiosa.
    Acho que vou pular a leitura.

    ResponderExcluir
  7. Desde que li a primeira resenha desse livro fiquei interessada, adoro leituras assim que prende o leitor e tem mistério envolvido, fiquei muito curiosa para saber o que aconteceu com a Cora e porque fizeram isso, a trama parece que foi bem elaborada e envolve todos os personagens no decorrer da historia.

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Estou com vontade de ler esse livro desde que ele foi lançado e sua resenha me deixou com mais vontade de ler ainda! Adoro esses livros que nos fazem ler cada vez mais e mais e que tem um ritmo mais acelerado, porque infelizmente tenho escolhido livros lentos pra ler e não estou gostando muito. Espero ter a oportunidade de ler esse livro em breve <3
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Nunca tinha ouvido falar do livro, mas confesso que fiquei bastante curiosa, eu amo livros de suspense daqueles que vs chega a roer as unhas de ansiedade pra saber o que aconteceu e me parece que esse livro é um deles. Realmente a primeira coisa que me veio a mente lendo a resenha era q tinha dedo desses vizinhos no meio pq realmente é mt coincidência, mas pelo jeito tem muita sujeira debaixo do tapete e estou muuito curiosa pra descobrir.

    ResponderExcluir
  10. Olá Thais!
    Gostei da resenha, eu já conhecia o livro, fiquei curiosa pra conhecer a escrita e o enredo, sem mtas expectativas pra não me decepcionar rsrs
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Já li algumas resenhas deste livro e serio quero muito ler este livro. Quero mesmo é saber o que acontece no final kkkkkk.
    Acho legal a ideia do livro, o foco parece não ser o sumiço do bebe, mas sim sobre o que acontece com o casal. Quero muito ler.

    Visitem emu blog!
    garotaeraumavez.blogspot.com.br
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  12. Olá! É chato quando esperamos demais de um livro, né? É aquela história, criar expectativas não dá certo, rs. Mas pelo menos, para um livro de suspense, ele conseguiu te surpreender, isso já é ótimo. Eu tenho visto bastante publicidade em cima desse livro e fiquei curiosa para ler. Gostei da sua resenha, esclareceu um pouco mais o livro pra mim.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  13. Gosto muito de thriller, e este livro está em minha lista de leituras, gosto de histórias de mistério e investigação, fiquei bem curiosa para saber quem é o sequestrador de Cora, após ler sua resenha fiquei mais ansiosa para ler este livro, espero conseguir ler ele em breve.

    ResponderExcluir
  14. I want to let the world know about Doctor AKHERE the Great spell caster that brought back my husband to me when i thought all hope was lost. Doctor AKHERE used his powerful spell to put a smile on my face by bringing back my man with his spell, at first i thought i was dreaming when my husband came back to me on his knees begging me to forgive him and accept him back and even since then he loves me more than i ever expected so i made a vow to my self the i will let the World know about Doctor AKHERE because he is a God on earth. Do you have problems in your relationship ? have your partner broke up with you and you still love and want him back ? Do you have problem with your finance ? or do you need help of any kind then contact Doctor AKHERE today for i give you 100% guarantee that he will help you just as he helped me. Doctor AKHERE email is: AKHERETEMPLE@gmail.com or
    call/whatsapp:+2349057261346

    ResponderExcluir

© Desbravador de Mundos - Todos os direitos reservados.
Criado por: Marcos de Sousa.
Layout por Fernanda Goulart.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo